This campaign is now closed.



Turquia: A liberdade de imprensa é essencial para a democracia! Tire os jornalistas da cadeia já!

Em parceria com a Federação Internacional de Jornalistas (IFJ), que representa 600.000 jornalistas em 179 sindicatos em 140 países. IFJ luta pelos direitos dos jornalistas e a liberdade de imprensa.

Centenas de jornalistas foram presos, demitidos e perseguidos seguindo uma tentativa de golpe na Turquia. Turquia sofreu uma tentativa de golpe sangrento em 15 de julho matando mais de 250 pessoas.
As instituições básicas de democracia como a Grande Assembleia Nacional da Turquia (TBMM) foram alvos dos integrantes. As federações internacionais e europeias de jornalistas (IFJ-FEJ) condenam fortemente o golpe e o uso da força contra cidadãos, jornalistas e empresas de mídia.

O golpe fracassou, mas foi seguido por medidas excessivas e indiscriminadas para cassar todos os indivíduos que o governo suspeito de ser ligado à tentativa. Atualmente as autoridades turcas estão prendendo jornalistas, fechando canais de rádio e TV e censurando a internet em uma tentativa de silenciar as críticas. 90 jornalistas estão na cadeia e mais do que 130 meios de comunicação têm sido banidas desde os meados de julho. 2500 jornalistas perderam seus empregos e mandados de prisão foram emitidos para dezenas de trabalhadores da mídia.

Algumas familiares de jornalistas que estão escondidos ou que fugiram, foram presos para obrigá-los a entregar à polícia. Trabalhadores da mídia, jornalistas e ativistas da liberdade de imprensa ao redor do mundo estão se juntando para exigir a libertação de todos os jornalistas presos na Turquia. A liberdade de imprensa é essencial para a democracia. O jornalismo não é um crime! - Gazetecilik su degildir !

Por favor, adicionar o seu nome abaixo para exigir a libertação destes jornalistas!




Sua mensagem será enviada para os seguintes endereços de e-mail:
contact@tccb.gov.tr, info@adalet.gov.tr, ibrahimkalin@gmail.com