Cazaquistão: Chega de repressão e ataques físicos contra dirigentes dos sindicatos independentes; Liberdade para Larisa Kharkova, Erlan Baltabai e Dmitriy Senyavskiy

Em parceria com a Confederação Sindical Internacional,IndustriALL, KNPRK - Confederação de Sindicatos Independentes do Cazaquistão, , Confederação do Trabalho da Rússia (KTR), Industri Energi e Fundação Arthur Svensson.

A repressão e os violentos ataques físicos contra dirigentes e ativistas dos sindicatos independentes no Cazaquistão continuam sem fim. Em 25 de setembro de 2018, foi instaurado um processo criminal falsificado contra Erlan Baltabai, líder do Sindicato dos Trabalhadores da Energia, afiliado à Confederação dos Sindicatos Independentes da República do Cazaquistão (KNPRK). Agora Baltabai, como outros dirigentes de sindicatos independentes antes dele, enfrenta acusações criminais, com base na interferência do Estado nos assuntos internos do sindicato, violando assim a Convenção 87 da OIT. Em 10 de novembro de 2018, Dmitriy Senyavskiy, dirigente local do Sindicato dos Trabalhadores da Energia na região de Karaganda, foi atacado e espancado brutalmente por um grupo de pessoas desconhecidas. Junte-se a nós e exige que as autoridades do Cazaquistão ponham fim à perseguição e à violência contra dirigentes dos sindicatos independentes e que garantam a liberdade e a segurança das atividades sindicais no país


Você pode contribuir! Escreva seu nome e endereço de e-mail e clique em ‘Enviar Mensagem’ no final da página.

Nome:
[obrigatório]
Endereço de e-mail:
[obrigatório]
Seu sindicato/entidade:
Seu país
Digite aqui sua mensagem – ou use a mensagem já existente.


Se deseja receber informações sobre as campanhas que apoiamos e ações urgentes, por favor clique aqui:

Stop spam!
Digite o número 3939 aqui:

Obrigado





Sua mensagem será enviada para os seguintes endereços de e-mail:
akorda.press@gmail.com, mission@kazakhstan-geneva.ch, geneva@mfa.kz, kazakhstan@un.int, press@mfa.kz, knprkcampaign@gmail.com