Irã: Liberdade para Mohammed Habibi

Em parceria com a Education International, uma federação sindical global de 396 associações e sindicatos em 171 países e territórios, representando cerca de 32,5 milhões de educadores e outros profissionais do setor.

O sindicalista iraniano Mohammed Habibi foi sentenciado a 10 anos e meio de prisão no dia 4 de agosto, 2018. A sentença do Tribunal Revolucionário Islâmico Iraniano também incluiu a proibição de atividades sociais e políticas por dois anos, uma proibição de viagens e 74 chicotadas. Membro da Associação dos Professores Iranianos de Teerã, o Habibi é um dos muitos membros sindicais independentes perseguidos pelas autoridades públicas do Irã por ter feito atividades sindicais legítimas. Ele foi preso em maio durante um protesto pacífico e desde então tem sido detido em condições insuportavelmente duras. Familiares que o visitaram na prisão relataram que ele havia sido severamente maltratado. As autoridades públicas continuam a negar-lhe os cuidados médicos urgentes que ele precisa. Precisamos do seu apoio urgentemente para exigir às autoridades iranianas a liberdade imediata e incondicional de Habibi.


Você pode contribuir! Escreva seu nome e endereço de e-mail e clique em ‘Enviar Mensagem’ no final da página.

Nome:
[obrigatório]
Endereço de e-mail:
[obrigatório]
Seu sindicato/entidade:
Seu país
Digite aqui sua mensagem – ou use a mensagem já existente.


Se deseja receber informações sobre as campanhas que apoiamos e ações urgentes, por favor clique aqui:

Stop spam!
Digite o número 3874 aqui:

Obrigado





Sua mensagem será enviada para os seguintes endereços de e-mail:
media@rouhani.ir, iran@un.int, secretariat@iranembassy.be, rights@ei-ie.org