Belarus: O maior ataque a um sindicato na Europa neste século

``
Em parceria com a Confederação Sindical Internacional, a Confederação Sindical Européia, Internacional de Construção e Madeira, IndustriALL, UITA, eUNI Global Union.

O dia 19 de abril foi marcado por um dia negro na história do movimento sindical independente em Belarus. O Serviço de Segurança do Estado (KGB) prendeu mais de uma dúzia de ativistas sindicais, incluindo quase todxs xs dirigentes sindicais. Entre elxs estavam o presidente do Congresso dos Sindicatos Democratas (BKDP) Alexandr Yarashuk, o vice-presidente Siarhei Antusevich, e o presidente do Sindicato Livre Bielorrusso Mikalaj Sharakh. Um deles, o chefe do Sindicato Livre dos Metalúrgicos (SPM) Aliaksandr Bukhvostau, teve um problema cardíaco e foi levado para o hospital. Durante décadas o movimento sindical independente em Belarus tomou uma forte posição contra o regime ditatorial de Alexander Lukashenko. Apesar de uma severa repressão política, o BKDP condenou abertamente a invasão russa da Ucrânia e exigiu a retirada das tropas russas do território da Bielorrússia. Os sindicatos globais, a OIT, a Anistia Internacional e outros já condenaram as prisões e exigiram o fim da repressão contra os sindicatos bielorrussos. Exigimos a libertação imediata de todxs xs ativistas e o fim da repressão contra os sindicatos independentes na Bielorússia.


Você pode contribuir! Escreva seu nome e endereço de e-mail e clique em ‘Enviar Mensagem’ no final da página.

Nome:
[obrigatório]
Endereço de e-mail:
[obrigatório]
Seu sindicato/entidade:
Seu país
Digite aqui sua mensagem – ou use a mensagem já existente.


Stop spam!
Digite o número 5109 aqui:

Obrigado


Se deseja receber informações sobre as campanhas que apoiamos e ações urgentes, por favor clique aqui:

Yes:
No:







Sua mensagem será enviada para os seguintes endereços de e-mail:
usaun@mfa.gov.by, germany@mfa.gov.by, belgium@mfa.gov.by