This campaign is now closed.



Brasil: Diga ao Santander que cancele as demissões durante a pandemia já!

Em parceria com UNI Global Union, que representa 20 milhões de trabalhadorxs do ramo de serviços em 150 países, incluindo três milhões de trabalhadorxs do setor financeiro.






A multinacional bancária Santander já quebrou sua promessa de não demitir trabalhadorxs no Brasil durante a pandemia de Covid-19.

O Santander Brasil assumiu um compromisso com a Contraf-CUT, a confederação nacional afiliada a UNI Global Union, para garantir os empregos durante a crise sanitária. Entretanto, o banco anunciou planos de cortar 20% dos postos de trabalho (mais de 9.000 pessoas), mesmo que o vírus ainda cresce no país.

A empresa já demitiu pelo menos 160 pessoas, e mais trabalhadorxs estão sendo ameaçadxs de demissão se não atingirem suas metas de vendas - em um momento em que o número de mortes por Covid-19 no Brasil acaba de atingir o segundo maior do mundo.

Usar a pandemia como desculpa para demitir trabalhadorxs tem rebaixado ainda mais os parâmetros do banco. Diga ao CEO do Santander Brasil para manter sua promessa aos trabalhadorxs e proteger seus empregos durante a crise sanitária nacional.




Sua mensagem será enviada para os seguintes endereços de e-mail:
srial@santander.com.br, vlobato@santander.com.br, communications@uniglobalunion.org